top of page

Setor florestal bate recorde na produção de celulose e papel em 2022

Exportações dos produtos também tiveram aumento histórico. A edição do quarto trimestre de 2022 do Boletim Cenários Ibá revelou a tendência cada vez mais forte dos consumidores na busca por produtos sustentáveis do setor de árvores cultivadas. Segundo a publicação, a produção de celulose em 2022 bateu recorde de 25,0 milhões de toneladas, assim como a produção de papel, que atingiu 11 milhões de toneladas. O volume de exportações acompanhou as marcas históricas e atingiu o maior nível chegando a 19,1 milhões de toneladas de celulose comercializada com outros países no período e 2,5 milhões de toneladas de papel.



16/03/2023 - A edição do quarto trimestre de 2022 do Boletim Cenários Ibá revelou a tendência cada vez mais forte dos consumidores na busca por produtos sustentáveis do setor de árvores cultivadas. Segundo a publicação, a produção de celulose em 2022 bateu recorde de 25,0 milhões de toneladas, assim como a produção de papel, que atingiu 11 milhões de toneladas. O volume de exportações acompanhou as marcas históricas e atingiu o maior nível chegando a 19,1 milhões de toneladas de celulose comercializada com outros países no período e 2,5 milhões de toneladas de papel.


Os números demonstram a tendência contínua de aumento da consciência ambiental no mundo e a busca por produtos de origem renovável, biodegradáveis e com rastreabilidade. Deste modo, os grandes aumentos nas exportações resultaram na marca recorde de US$ 11,6 bilhões em divisas (+28,7%), resultando no saldo de U$ 10,5 bilhões na balança comercial do setor (+32%).


“Esses extraordinários resultados são frutos da trajetória que vem sendo construída pelo setor de árvores cultivadas há décadas. A união de uma indústria forte de base florestal e uma visão afinada com os preceitos da economia verde são o legado que o setor está deixando para o país e mostrando, cada vez mais, seu DNA sustentável ao mundo. Esse trabalho tem impacto direto nos bons números do setor, bem como o tradicional movimento de oferecer soluções ambientalmente amigáveis, que contribuem com a circularidade da economia e são alternativas aos produtos de origem fóssil. Embalagens de papel, papéis para fins sanitários, painéis de madeira, entre outros produtos, são exemplos já consolidados no mercado. Em paralelo, a cada ano esta indústria avança em direção a novos usos, por meio de inovação e tecnologia, o que permitirá ao setor prover matéria-prima sustentável a outras indústrias, como têxtil, alimentícia, automotiva, entre outras. Este é um setor que faz uso inteligente da terra, cuida das pessoas, respeita a natureza e gera riquezas para o país”, explica Paulo Hartung, presidente executivo da Ibá.


Entre os países que mais compraram celulose brasileira, a China segue na dianteira, com a aquisição de US$ 3,3 bilhões do produto em 2022. A América Latina desponta como principal mercado das exportações de papel (US$ 1,9 bilhão), com um relevante aumento de 56,4% com relação a 2021. No caso dos painéis de madeira, a América do Norte assumiu em 2022 como principal destino das exportações, somando US$ 204,6 milhões.


Confira a seguir os indicadores de desempenho do setor de árvores plantadas durante o ano de 2022, na 72ª edição do Cenários Ibá, boletim Indústria Brasileira de Árvores.



Produção

Entre janeiro e dezembro de 2022, a produção de celulose alcançou 25,0 milhões de toneladas (+10,9%). Já a fabricação de papel, no mesmo período, chegou a 11,0 milhões de toneladas (+3,5%), puxado por papéis para embalagem (+7%) e papéis para fins sanitários (+6,7%). Carvão vegetal, por sua vez, manteve-se estável, somando 3,6 milhões de m³ produzidos.


Vendas domésticas

As vendas de papel no Brasil nos três primeiros trimestres continuam estáveis, com total de 5,6 milhões de toneladas comercializadas dentro do país, com aumento da comercialização de papéis para fins sanitários (5,1%). Já painéis de madeira encerraram o ano com 7,0 milhões de m³ de vendas dentro do próprio país.


Exportações em volume

As exportações de celulose de 2022 somaram recorde 19,1 milhões de toneladas, crescimento de 22,1%. O papel totalizou 2,5 milhões de toneladas comercializadas com outros países no mesmo período, crescimento de 21%. Carvão vegetal somou 4 mil toneladas vendidas internacionalmente em 2022.


SOBRE A IBÁ

A Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) é a associação responsável pela representação institucional da cadeia produtiva de árvores plantadas, do campo à indústria, junto a seus principais públicos de interesse. Lançada em abril de 2014, representa 49 empresas e nove entidades estaduais de produtos originários do cultivo de árvores plantadas - painéis de madeira, pisos laminados, celulose, papel, florestas energéticas e biomassa -, além dos produtores independentes de árvores plantadas e investidores institucionais. Saiba mais em www.iba.org.


Fonte: IBÁ


Komentar


bottom of page