top of page

Produção de tissue torna-se importante setor da economia brasileira

Após o consumo global atingir marca histórica de 5,9%, a produção vem se fortalecendo a nível nacional. O mercado de tissue é formado por grandes companhias e constitui-se como um segmento de mercado bastante dinâmico, com inovações constantes. De acordo com a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), o Brasil figura entre os dez maiores produtores de papel tissue no mundo, sendo o líder na América Latina. Nos últimos anos, a produção brasileira apresentou um crescimento considerável. De acordo com pesquisas da Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa).



24/11/2022 - O mercado de tissue é formado por grandes companhias e constitui-se como um segmento de mercado bastante dinâmico, com inovações constantes. De acordo com a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), o Brasil figura entre os dez maiores produtores de papel tissue no mundo, sendo o líder na América Latina.


Nos últimos anos, a produção brasileira apresentou um crescimento considerável. De acordo com pesquisas da Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa), de 1950 até 2006, a taxa de produção de papéis tissue subiu em média 9% ao ano.


O aumento da produção de tissue no Brasil se deve a dois fatores. Primeiramente, ao crescimento da demanda interna do país, durante a pandemia de Covid-19, quando a população passou a cumprir isolamento social e adotar novos hábitos de higiene e medidas de biossegurança, e pós-pandemia, fazendo com que o setor de produção fosse se adequando e integrando cada vez mais novas tecnologias em seus processos. Em segundo, por ser um dos dez maiores produtores mundiais da categoria, o Brasil também passou a exportar mais tissue para atender à demanda global.


Grande parte do consumo do papel tissue se deve ao consumo fora de casa e também ao uso doméstico, que tende a aumentar juntamente com a renda da população mundial. Sobretudo, em países considerados emergentes como China, Índia e Brasil, a demanda por papel tissue leva ao aumento da sua produção a nível mundial.


Assim como vários outros segmentos, o mercado de tissue sofreu significativos impactos devido à pandemia de Covid-19 e à crise mundial, apesar de ter obtido um excelente desempenho na parte de varejo. Em 2020, por exemplo, no início da pandemia, o consumo global de tissue teve crescimento recorde de 5,9%, segundo a Fastmarkets. Já a previsão para os próximos dois anos é um pouco mais tímida, de 4% de crescimento na América Latina.


No entanto, independentemente de qual seja o cenário vivido no momento, o consumo de papel tissue é essencial para a população de modo geral, o que faz com que a tendência seja continuar com alta demanda de produção nos próximos anos. Os novos hábitos sanitários das populações ao redor do mundo, o processo de urbanização das cidades e o aumento do padrão de consumo de populações emergentes, como o Brasil, são fatores determinantes para essa ascensão.


Fonte: Tissue Online

bottom of page