NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Venda de papelão ondulado sobe 8,46% em outubro ante outubro de 2016, diz ABPO

Em outubro, as vendas de papelão ondulado utilizados em embalagens – caixas, acessórios e chapas – cresceram 8,46% na comparação com o mesmo mês de 2016 e 4,27% sobre setembro, para 312,739 mil toneladas. Os dados prévios foram divulgados nesta quinta-feira (9) pela Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO). No acumulado de janeiro a outubro, as vendas de papelão ondulado somaram 2,917 milhões de toneladas, alta de 4,71% acima do volume expedido nesse mesmo período de 2016.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Presidente da IBIO participa da reunião do Cema

Eduardo Figueiredo detalhou o Programa de Produção de Água e chamou a indústria para participar. A pouca disponibilidade de recursos para a recuperação ambiental é um dos principais obstáculos da Bacia do Rio Doce. Para o diretor-presidente do Instituto BioAtlântica, Eduardo Figueiredo, além da limitação orçamentária há falta de integração entre diferentes programas e ações. Ele detalhou tecnicamente o Programa de Produção de Água e chamou a indústria para participar.

Saiba

Reforma trabalhista: como ficou a lei com a nova MP publicada

A reforma trabalhista entrou em vigor no dia 11 de novembro, mas o governo já editou uma Medida Provisória (MP) que altera parte do texto aprovado. Temas importantes e polêmicos, como a contribuição previdenciária (INSS) de funcionários com contrato intermitente de trabalho, quarentena intermitente, fim do contrato intermitente, regras para grávidas, indenização, jornada de 12 por 36 horas e questões relacionadas ao trabalho como autônomo mudam com a nova MP.

Saiba

O Verdadeiro Potencial Brasileiro na Produção de Energia a Partir de Biomassa

Um mercado verde, rentável e em rota de crescimento. Gerar energia a qualquer custo há muito tempo já não faz mais sentido. Nesse contexto, fontes alternativas como éolica, solar e termelétricas têm ganhado espaço no cenário de produção de energia no Brasil. Dentre os projetos em construção para geração de energia no país, que adicionarão no futuro mais 11.642.682kW de potência, há uma clara busca por diversificação da matriz brasileira.

Saiba

FIQUE POR DENTRO