Reciclagem de embalagens: “A gente precisa apoiar o uso de embalagens com materiais reciclados"

Diretora do Instituto de Embalagens, Assunta Camilo, alerta que ações de educação ambiental devem ser ensinadas ainda na infância. Para entender o impacto de 82 milhões de toneladas de lixo descartados por ano no Brasil e, a importância da reciclagem consciente, Sergei Cobra conversou com a diretora do Instituto de Embalagens, Assunta Camilo. Segundo Assunta, a conscientização precisa começar ainda na infância com um trabalho de educação ambiental. Ela explica que incentivar o processo de criação de uma embalagem.


Foto: Assunta Camilo/Divulgação


Ralph Leles* por Cultura FM 103.3


OUÇA NO SPOTIFY


09/06/2022 - Para entender o impacto de 82 milhões de toneladas de lixo descartados por ano no Brasil e, a importância da reciclagem consciente, Sergei Cobra conversou com a diretora do Instituto de Embalagens, Assunta Camilo.


Segundo Assunta, a conscientização precisa começar ainda na infância com um trabalho de educação ambiental. Ela explica que incentivar o processo de criação de uma embalagem, já pensando que o recipiente deve ser reutilizado, colabora para a uma sociedade mais reciclável.


Sobre as ações do Brasil que buscam reduzir o efeito de plásticos e outros resíduos no meio ambiente, Assunta disse que a Alemanha é um grande exemplo a ser seguido. Para diminuir o uso de garrafas pet, foi implantado no país europeu uma taxa cobrada no preço da bebida, que era devolvida para o cliente assim que ele trouxesse o frasco

de volta.


Questionada sobre como realizar uma coleta mais humana, Assunta Camilo ensina que lavar minimamente os frascos, separar o papelão do alumínio, as tampas das garrafas, e levá-los a um ecoponto, torna bem mais provável os materiais chegarem devidamente aos locais certos de reciclagem.


O programa "Oito em Ponto", com apresentação de Sergei Cobra, vai ao ar pelo 103.3 FM, de segunda a sexta-feira, às 8h, na Cultura FM, Cultura Brasil e no aplicativo Cultura Digital.


*Estagiário sob supervisão da profissional habilitada Lenize Villaça - MTB: 25.380/SP


Fonte: Cultura UOL