Setor de árvores cultivadas brasileiro mantém ritmo de produção acelerado no 2º trimestre de 2021

Celulose, papel para Imprimir & Escrever e papelcartão demonstraram alta no período. O Boletim Cenários Ibá, produzido pela Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), demonstra que o setor de árvores cultivadas manteve seu ritmo de produção acelerado. No segundo trimestre de 2021, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, houve avanços na fabricação de celulose (+8,9%), papelcartão (+13,2%), papel para Imprimir & Escrever (43,4%), além do salto de 66,8% das vendas domésticas de painéis de madeira. “O mundo ainda enfrenta a dura realidade da Covid-19 e o setor de árvores cultivadas se mantém ativo no combate à pandemia, além de levar produtos essenciais para o dia a dia das pessoas.



02/09/2021 - O Boletim Cenários Ibá, produzido pela Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), demonstra que o setor de árvores cultivadas manteve seu ritmo de produção acelerado. No segundo trimestre de 2021, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, houve avanços na fabricação de celulose (+8,9%), papelcartão (+13,2%), papel para Imprimir & Escrever (43,4%), além do salto de 66,8% das vendas domésticas de painéis de madeira.


“O mundo ainda enfrenta a dura realidade da Covid-19 e o setor de árvores cultivadas se mantém ativo no combate à pandemia, além de levar produtos essenciais para o dia a dia das pessoas. O grande avanço dos painéis de madeira demonstra que o brasileiro passou a olhar para seu lar, onde passou mais tempo agora, e tem escolhido a madeira vinda de árvores cultivadas e com certificação como uma aliada no momento de melhorar o ambiente. Estamos em um novo momento, com consumidores mais exigentes e prontos para uma retomada verde”, afirmou o Embaixador José Carlos da Fonseca Jr., diretor executivo da Ibá.


De janeiro a junho de 2021, as exportações de produtos da indústria de base florestal chegaram a US$ 4,1 bilhões. As vendas para o mercado externo de celulose totalizaram US$ 3,2 bilhões, enquanto de papel somou US$ 829 milhões, e painéis de madeira, US$ 160 milhões.


Durante o primeiro semestre do ano, a China seguiu como principal mercado da celulose nacional, adquirindo US$ 1,4 bilhão do produto. A América Latina, por sua vez, é o destino com maior negociação para painéis de madeira (US$ 92 milhões) e papel (US$ 493 milhões).

Confira a seguir os indicadores de desempenho do setor de árvores plantadas durante o primeiro semestre de 2021, na 66ª edição do Cenários Ibá, boletim Indústria Brasileira de Árvores.


Fonte: IBÁ