Produtos industriais são 82% das exportações mineiras

Estado tem 2.354 empresas exportadoras e 1.420 delas são indústrias. “A indústria mineira tem um papel fundamental nas exportações do estado e representa 82% das vendas externas totais”, afirmou Gustavo Macena, superintende do IEL, no “Seminário de apresentação dos resultados do comércio internacional de Minas Gerais”, no dia 07/02, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. O gestor, que apresentou o painel “Perspectiva de futuro para o comércio exterior da indústria”, pontuou que, deste montante, 48% são do setor mineral e 34% da indústria de transformação. “Minas Gerais tem, atualmente, 2.354 empresas exportadoras, sendo que, desses empreendimentos, 1.420 são indústrias”, afirmou.


Fotos: Sebastião Jacinto Júnior


08/02/2022 - “A indústria mineira tem um papel fundamental nas exportações do estado e representa 82% das vendas externas totais”, afirmou Gustavo Macena, superintende do IEL, no “Seminário de apresentação dos resultados do comércio internacional de Minas Gerais”, no dia 07/02, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.


O gestor, que apresentou o painel “Perspectiva de futuro para o comércio exterior da indústria”, pontuou que, deste montante, 48% são do setor mineral e 34% da indústria de transformação. “Minas Gerais tem, atualmente, 2.354 empresas exportadoras, sendo que, desses empreendimentos, 1.420 são indústrias”, afirmou.


Segundo Macena, o estado tem uma geografia exportadora bem definida, com exportações de bens industriais para as Américas e de matérias-primas industriais e agrícolas para a Ásia e a União Europeia. O superintende do IEL ressaltou alguns pontos que contribuem para a atual estrutura de exportação da indústria mineira, como a alta demanda chinesa por matérias-primas, a redução ou estabilização nos preços da indústria de transformação e a atuação de novos players, como a China, Coréia e os países da Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) no mercado de bens industrializados.


Como perspectivas para o comércio exterior das indústrias mineiras, Macena apontou a digitalização e integração de processos, expansão dos programas e regimes especiais, modernização dos sistemas, a regularização das cadeias de produção e do sistema de fretes com redução dos preços praticados em 2021, a redução de custos de produção e logística e as iniciativas dos Projetos de Facilitação do Comércio. Para saber mais do desempenho de Minas Gerais no comércio exterior, CLIQUE AQUI.


Balanço positivo - Em 2021, Minas Gerais teve o melhor índice de exportações nos últimos 10 anos. Com um crescimento recorde de 45,1% em relação a 2020, o estado alcançou o histórico de US$ 38,1 bilhões em valores brutos, montante US$ 11,8 bilhões superior ao alcançado em 2020 (US$ 26,3 bilhões). As importações também tiveram um bom desempenho e aumentaram 58,2% no mesmo período. “Temos batido todos os recordes no que diz respeito à atração de investimentos. Isto demonstra que a imagem do estado mudou totalmente, estamos em um patamar completamente diferente do anterior. Desenvolvimento econômico é algo complexo, não existe bala de prata, é algo que demanda disciplina e demanda longo prazo. E um dos pontos principais é ter as contas públicas equilibradas”, afirmou o governador mineiro Romeu Zema.


Também fizeram parte da programação do Seminário de apresentação dos resultados do comércio internacional de Minas Gerais as apresentações dos painéis "Panorama dos Resultados do Comércio Internacional de Minas Gerais em 2021", pela Subsecretaria de Promoção de Investimentos e Cadeias Produtivas (Subinvest/Sede), "Resultados do Agronegócio de Minas Gerais", pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), "Exportações Minerais de Minas Gerais em 2021", pelo Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), "Programa PEIEX e ações de incentivos ao comércio exterior", pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e o "Comércio Exterior Mineiro sob a Ótica da Receita Federal do Brasil", pela Receita Federal.


Fonte: FIEMG