Produção industrial mineira avança 4,6% em maio

A produção da indústria mineira cresceu 4,6% entre abril e maio de 2021*, registrando o segundo maior avanço dentre os locais pesquisados e desempenho superior ao observado na indústria brasileira (1,4%). Os segmentos extrativo (8,0%) e de transformação (4,4%) aumentaram no período. Das 12 atividades da indústria de transformação pesquisadas, oito mostraram crescimento*, com destaque para veículos (18,5%), máquinas e equipamentos (12,0%) e metalurgia (7,5%). Por sua vez, alimentos (-1,5%) e têxteis (-1,5%) apresentaram os recuos mais intensos.



Por: Gerência de Economia e Finanças Empresariais- FIEMG


13/07/2021 - A produção da indústria mineira cresceu 4,6% entre abril e maio de 2021*, registrando o segundo maior avanço dentre os locais pesquisados e desempenho superior ao observado na indústria brasileira (1,4%). Os segmentos extrativo (8,0%) e de transformação (4,4%) aumentaram no período.


Das 12 atividades da indústria de transformação pesquisadas, oito mostraram crescimento*, com destaque para veículos (18,5%), máquinas e equipamentos (12,0%) e metalurgia (7,5%). Por sua vez, alimentos (-1,5%) e têxteis (-1,5%) apresentaram os recuos mais intensos.


Dentre os locais pesquisados, a indústria mineira (15,8%) apresentou o maior avanço na comparação com fevereiro de 2020, mês anterior à pandemia*. A indústria brasileira, por sua vez, encerrou o mês no mesmo nível de produção observado em fevereiro de 2020. Nessa base de comparação, destacaram-se, no estado, os crescimentos nas atividades extrativas (33,3%), de veículos (34,8%) e de máquinas e equipamentos (28,8%).


Na comparação interanual, a produção industrial mineira cresceu 32,3%. O avanço expressivo refletiu uma base de comparação depreciada, tendo em vista que a pandemia de Covid-19 atingiu fortemente a produção nos meses de abril e maio de 2020.


PERSPECTIVAS

A continuidade da retomada de plantas produtivas nas atividades minerárias e metalúrgicas deve influenciar positivamente a produção industrial mineira nos próximos meses. Adicionalmente, o aumento da renda na agricultura e o cenário positivo para a construção devem continuar estimulando a cadeia de máquinas e equipamentos. Contudo, a escassez de insumos, a elevação de custos de produção e a crise hídrica permanecem como riscos à recuperação da indústria.


De acordo com a *Sondagem Industrial da FIEMG* divulgada em junho, as expectativas dos empresários mineiros são de aumento da demanda, da compra de matérias-primas e do número de empregados nos próximos seis meses.


Fonte: IBGE e FIEMG