Produção Industrial Minas Gerais - Março 2021

Produção industrial mineira avança 1,7% em março, desempenho melhor que o da indústria brasileira. A produção da indústria mineira cresceu 1,7% entre fevereiro e março de 2021, desempenho melhor que o da indústria brasileira (-2,4%) e o terceiro maior avanço dentre os locais pesquisados. As indústrias extrativa (7,7%) e de transformação (0,5%) avançaram no mês. Dentre as 12 atividades da indústria de transformação pesquisadas, sete registraram crescimento, com destaque para máquinas e equipamentos (10,3%) e veículos (6,7%).



13/05/2021 - A produção da indústria mineira cresceu 1,7% entre fevereiro e março de 2021, desempenho melhor que o da indústria brasileira (-2,4%) e o terceiro maior avanço dentre os locais pesquisados. As indústrias extrativa (7,7%) e de transformação (0,5%) avançaram no mês.


Dentre as 12 atividades da indústria de transformação pesquisadas, sete registraram crescimento, com destaque para máquinas e equipamentos (10,3%) e veículos (6,7%). Por sua vez, os setores de papel e celulose (-36,7%) e derivados do petróleo e biocombustíveis (-5,3%) apresentaram os recuos mais intensos.


Com o resultado de março, a indústria mineira encerrou o primeiro trimestre de 2021 com avanço de 2,3% frente ao quarto trimestre de 2020.


Na mesma base de comparação, a indústria brasileira recuou 0,4%.


A indústria brasileira encerrou março de 2021 no mesmo nível de produção que o observado em fevereiro de 2020, período anterior a pandemia.


A indústria mineira, por sua vez, superou em 11,3% o nível de produção pré-pandemia.


PERSPECTIVAS

Os próximos meses, a expectativa é de crescimento da indústria mineira. Entretanto, o ritmo de recuperação entre os setores deverá ser desigual.


Por um lado, as atividades ligadas ao ciclo de commodities – como a extrativa e a metalúrgica – devem apresentar desempenho superior à média.


Por outro lado, atividades ligadas à circulação de pessoas, como a produção de combustíveis, e atividades mais sensíveis à renda, como a produção de bens de consumo duráveis, devem registrar desempenho modesto.


De acordo com a última Sondagem Industrial da FIEMG, divulgada em abril, as expectativas dos empresários mineiros são de aumento da demanda, da compra de matérias-primas e do número de empregados nos próximos seis meses.


Por: Gerência de Economia e Finanças Empresariais - FIEMG


Fonte: IBGE e FIEMG