top of page

Petrobras anuncia redução de R$ 0,22 no preço do diesel às distribuidoras

Novos valores passam a valer a partir desta sexta-feira (12); redução de preço é a segunda em uma semana. A Petrobras anunciou que vai reduzir o preço de venda do diesel para as distribuidoras em R$ 0,22. Os novos valores começam a valer a partir do dia 12/08. O corte no preço é o segundo feito pela Petrobras em uma semana. Em 4 de agosto, a estatal já havia anunciado uma redução de R$ 0,20, contabilizando uma diminuição de R$ 0,44 no preço comercializado com as distribuidoras.


Eleição de presidente do conselho da Petrobras deve ser entre 15 e 20 de agosto.

Foto: Frazão / Agência Brasil


Por Simon Nascimento e Karlon Aredes


11/08/2022 - A Petrobras anunciou que vai reduzir o preço de venda do diesel para as distribuidoras em R$ 0,22. Os novos valores começam a valer a partir do dia 12/08. O corte no preço é o segundo feito pela Petrobras em uma semana.


Em 4 de agosto, a estatal já havia anunciado uma redução de R$ 0,20, contabilizando uma diminuição de R$ 0,44 no preço comercializado com as distribuidoras. No anúncio desta quinta, a Petrobras afirmou que o valor do litro do diesel deixa o patamar de R$ 5,41 e chegando a R$ 5,19.


"Considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 4,87, em média, para R$ 4,67 a cada litro vendido na bomba", calcula a estatal.


Ainda conforme a empresa, a redução acompanha o mercado internacional. A política de Preços de Paridade de Importação (PPI) equilibra os valores no país com os custos do barril de petróleo no mercado internacional e taxas de importação. Nas últimas semanas, o barril de petróleo sofreu queda importante e saiu da marca acima de US$ 100.


Nesta quinta, a cotação, por volta de 12h, estava em torno de US$ 98, mas já chegou ao valor de US$ 96,5. Neste sentido, a estatal afirma que a redução determinada é coerente com a metodologia "que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das

cotações internacionais e da taxa de câmbio", justifica.


CONSUMIDOR

Com o corte de R$ 0,22 no preço do litro que sai da refinaria (antes da incidência de impostos, custos e margens de lucro da cadeia produtiva), anunciado nesta quinta-feira (11) pela Petrobras, o preço deve cair na bomba dos postos de combustíveis. Mas não necessariamente na mesma proporção, já que o preço é livre no varejo.


Há uma semana (quinta-feira, dia 4 de agosto), a Petrobras anunciou corte de R$ 0,20 nas refinarias, mas o valor não chegou a ser repassado integralmente na maioria dos postos de BH e região. Pesquisa feita pelo site Mercado Mineiro, divulgada por OTEMPO no início desta semana, mostrou o preço médio do combustível na Grande BH é R$ 7,50 e teve uma redução de apenas R$ 0,13 nas últimas semanas.


Fonte: jornal O Tempo

bottom of page