Logística reversa uma realidade na Paraibuna Embalagens

Extremamente alinhado com seu propósito: Garantir o Futuro Reciclando o Presente, o Setor de Desenvolvimento de Produto da Paraibuna Embalagens, solicitou ao fornecedor de bases para fabricação de tintas que a matéria-prima deixasse de ser transportada em tambores metálicos. A empresa fornecedora, então, fez a mudança para um recipiente que é feito de papelão ondulado e tem um acessório plástico retornável.


28/01/2021 - Extremamente alinhado com seu propósito: Garantir o Futuro Reciclando o Presente, o Setor de Desenvolvimento de Produto da Paraibuna Embalagens, solicitou ao fornecedor de bases para fabricação de tintas que a matéria-prima deixasse de ser transportada em tambores metálicos. A empresa fornecedora, então, fez a mudança para um recipiente que é feito de papelão ondulado e tem um acessório plástico retornável. Com essa nova embalagem não há mais material sendo jogado no lixo, o reaproveitamento é de 100%, voltando para o processo de reciclagem se transformando em papel novamente. “Antes usávamos tambores e tampas metálicos. A mudança não gerou custos para a Paraibuna Embalagens e eliminou totalmente a geração de resíduos e esse foi o maior ganho da empresa”, disse Miqueias Martins, Supervisor do Setor de Desenvolvimento de Produtos.


A nova embalagem também conhecida como CKD's, não gera nenhum resíduo, até mesmo o suporte, base de plástico, é guardado e, a cada 60 dias, o fornecedor retira para reuso em novos envios. Com a implementação, a Paraibuna deixou de gerar o resíduo de 75 a 90 tambores metálicos, mais as tampas, a cada mês. Após o uso a nova embalagem vai para o processo de reciclagem, retornando ao ciclo produtivo”.


É importante destacar, também, que assim como essa mudança de embalagem, outros processos na Paraibuna Embalagens se utilizam da prática da logística reversa, que consiste no reaproveitamento de todo o resíduo gerando durante o processo de produção. Como por exemplo, o reuso de toda a apara gerada na unidade de Sapucaia. Esse material retorna para a unidade de Juiz de Fora e é transformado novamente em papéis que se convertem em chapas e/ou caixas. “A logística reversa é um dos caminhos que seguimos dentro do nosso compromisso com o meio ambiente, bem como, a reafirmação da nossa responsabilidade com a sustentabilidade e a reciclagem. Adotamos, também, os 7Rs do consumo sustentável: repense, respeite, responsabilize-se, recuse, reduza, reaproveite e recicle. Essa metodologia está presente em todos os nossos setores como garantia de que tudo que produzimos tem como foco o cuidado e a responsabilidade ambiental”, afirma Fernanda Rocha, Coordenadora do Setor de Meio Ambiente.


Fonte: Paraibuna Embalagens

EMPRESAS  ASSOCIADAS

SINPAPEL

SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE CELULOSE, PAPEL E PAPELÃO NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Bernardo Guimarães, 63 - 3º andar

CEP: 30140-080 | Belo Horizonte - MG

sinpapel@fiemg.com.br

Tel: +51 (31) 3282 7455

© Copyright 2020 SINPAPEL. Todos os direitos reservados. Web Designer Ricardo Sodré