Klabin terá resultado “mais alto de todos os tempos” no 2º trimestre

As vendas de celulose da Klabin devem permanecer relativamente estáveis, enquanto as remessas de papel e conversão seguirão a tendência positiva vista nos trimestres anteriores. A Klabin (KLBN11) deve ser o destaque positivo do setor de papel e celulose nos resultados do segundo trimestre, projetou a Ágora Investimentos. Analistas da corretora acreditam que a companhia irá apresentar os “resultados mais altos de todos os tempos”, com o Ebitda batendo R$ 1,27 bilhão (alta de 33% no comparativo anual).



(Imagem: Divulgação/Klabin)

Por Diana Cheng

30/07/2020 - A Klabin (KLBN11) deve ser o destaque positivo do setor de papel e celulose nos resultados do segundo trimestre, projetou a Ágora Investimentos. Analistas da corretora acreditam que a companhia irá apresentar os “resultados mais altos de todos os tempos”, com o Ebitda batendo R$ 1,27 bilhão (alta de 33% no comparativo anual).

“A forte depreciação do Real teve um papel importante no aumento do Ebitda, embora ainda deva impactar negativamente a alavancagem. Esperamos que o múltiplo dívida líquida/Ebitda ajustado alcance 5,4 vezes no segundo trimestre, versus 5,5 vezes no primeiro”, afirmaram Thiago Lofiego e Luiza Mussi.

As vendas de celulose da Klabin devem permanecer relativamente estáveis, enquanto as remessas de papel e conversão seguirão a tendência positiva vista nos trimestres anteriores.

PROJEÇÕES SOBRE SUZANO E DURATEX

A Suzano (SUZB3) deve superar as dificuldades do mercado e reportar um trimestre sólido, embora com números menores. Na avaliação da Ágora, as vendas cairão sequencialmente para 2,65 milhões de toneladas. O Ebitda previsto é de R$ 3,8 bilhões, alta de 22% em relação ao mesmo intervalo do ano passado.

“O resultado final deve ser novamente prejudicado pelos impactos da depreciação do real no fluxo de caixa e no hedge de dívida, principalmente os impactos não monetários”, acrescentaram Lofiego e Mussi.



No caso da Duratex, os impactos da covid-19 em suas principais divisões serão maiores (Imagem: Reprodução/Duratex)

No caso da Duratex (DTEX3), os impactos da covid-19 em suas principais divisões serão maiores. O Ebitda deve retrair 56%, para R$ 94 milhões.

Os volumes da Deca apresentarão queda de 28%, enquanto o Ebitda da unidade passará de R$ 38 milhões para R$ 18 milhões.

RECOMENDÇÕES

A Ágora adotou recomendação de compra para as três empresas, com preços-alvos de R$ 27 (Klabin), R$ 58 (Suzano) e R$ 18 (Duratex).

Fonte: Money Times

EMPRESAS  ASSOCIADAS

SINPAPEL

SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE CELULOSE, PAPEL E PAPELÃO NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Bernardo Guimarães, 63 - 3º andar

CEP: 30140-080 | Belo Horizonte - MG

sinpapel@fiemg.com.br

Tel: +51 (31) 3282 7455

© Copyright 2020 SINPAPEL. Todos os direitos reservados. Web Designer Ricardo Sodré