Klabin firma parceria para fomentar a produção de biogás

Por meio de um convênio de trabalho com o Projeto GEF Biogás Brasil, a companhia espera contribuir para a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa. A fim de fomentar a produção de biogás na Região Sul do país e contribuir para a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), a Klabin firmou um convênio de trabalho com o Projeto GEF Biogás Brasil. A parceria inclui uma série de atividades para este ano, iniciando pela estrutura do modelo de negócios, no qual serão analisadas as possibilidades técnicas, econômico-financeiras e jurídicas para a produção de biogás.



12/08/2021 - A fim de fomentar a produção de biogás na Região Sul do país e contribuir para a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), a Klabin firmou um convênio de trabalho com o Projeto GEF Biogás Brasil.


A parceria inclui uma série de atividades para este ano, iniciando pela estrutura do modelo de negócios, no qual serão analisadas as possibilidades técnicas, econômico-financeiras e jurídicas para a produção de biogás a partir do tratamento de resíduos sólidos em aterros sanitários e em propriedades rurais no Paraná.


A primeira proposta em estudo consiste em otimizar o sistema de captação de biogás do aterro sanitário da cidade de Imbaú (PR), que tem vínculo com o Consórcio Intermunicipal Caminhos do Tibagi e é apoiado pela Klabin por meio do Programa de Resíduos Sólidos da empresa.


Já o segundo projeto vai analisar sistemas para o tratamento dos resíduos do saneamento rural (esgoto) das propriedades atendidas pelo programa Matas Sociais – Planejando Propriedades Sustentáveis, ação socioambiental desenvolvida pela Klabin. As duas iniciativas acontecem na região dos Campos Gerais, no Paraná.


O Projeto GEF Biogás Brasil tem o objetivo de diversificar a matriz energética brasileira por meio do biogás, colaborando para a redução da emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE) e da dependência nacional de combustíveis fósseis.


O programa é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Unido) e executado pelo Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás).


A iniciativa vai ao encontro dos Objetivos Klabin para o Desenvolvimento Sustentável (KODS), lançados no ano passado como um conjunto de metas de curto, médio e longo prazos que priorizam as necessidades ambientais, sociais e de governança da empresa, da sociedade e do planeta.


Os modelos de negócios no âmbito do convênio entre o Projeto GEF Biogás Brasil e a Klabin devem ser entregues ainda em 2021, incluindo as avaliações técnicas dos meios de implantação de cada proposta.


Fonte: Tissue Online