Klabin desenvolve tecnologia pioneira para impressão em braile em embalagens

Os principais segmentos beneficiados serão os de cartuchos e e-commerce; novidade está disponível nas unidades em Jundiaí e Goiana. A Klabin desenvolveu uma tecnologia pioneira para impressão em braile (sistema de escrita tátil usado por pessoas com deficiência visual) em embalagens de papelão ondulado. A solução foi validada pela Associação Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual (Laramara). Os principais segmentos beneficiados serão os de cartuchos e e-commerce. Para viabilizar a impressão em braile em embalagens de papelão ondulado, a companhia contou com o apoio de uma empresa especialista na produção de facas a laser para corte e vinco, no desenvolvimento das matrizes para a marcação dos pontos que auxiliam na leitura de pessoas cegas ou com baixa visão, atendendo às exigências e padrões técnicos.



02/12/20221 - A Klabin desenvolveu uma tecnologia pioneira para impressão em braile (sistema de escrita tátil usado por pessoas com deficiência visual) em embalagens de papelão ondulado. A solução foi validada pela Associação Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual (Laramara). Os principais segmentos beneficiados serão os de cartuchos e e-commerce.


Para viabilizar a impressão em braile em embalagens de papelão ondulado, a companhia contou com o apoio de uma empresa especialista na produção de facas a laser para corte e vinco, no desenvolvimento das matrizes para a marcação dos pontos que auxiliam na leitura de pessoas cegas ou com baixa visão, atendendo às exigências e padrões técnicos.


“Acreditamos que a inscrição do Sistema Braille em embalagens de papelão ondulado reflete o nosso comprometimento em contribuir com uma sociedade mais justa e igualitária. Sabemos do potencial da solução para alavancar a inclusão de pessoas com deficiência visual e estamos muito orgulhosos de oferecer esta possibilidade ao mercado”, diz Luiz Carlos Walendowsky, gerente de Novos Negócios e Produtos de Papelão Ondulado da Klabin.


A novidade está disponível nas unidades Tijuco Preto, em Jundiaí (SP) e Goiana (PE). Ainda de acordo com Walendowsky, a Klabin está partindo com testes pilotos e incrementando gradativamente a escala produtiva da solução. “Com algumas exceções, o braille se faz mais importante em embalagens que chegam ao consumidor final.


Sabemos que o mercado virtual está cada vez mais aquecido e este será um marco relevante para avançarmos socialmente neste nicho”, finaliza.


Fonte: Tissue Online