Klabin anuncia investimento de R$ 1,6 bilhão em nova fábrica de papelão ondulado

Com previsão de entrar em operação durante o segundo trimestre de 2024, a nova fábrica terá capacidade anual de produzir 240 mil toneladas. A Klabin anunciou um investimento de R$ 1,6 bilhão na construção de uma nova fábrica de embalagens de papelão ondulado em Piracicaba (SP). Com previsão de entrar em operação durante o segundo trimestre de 2024, o “Projeto Figueira” terá capacidade anual de produzir 240 mil toneladas de papelão ondulado. Segundo a companhia, o escopo da nova planta contempla o que há de mais moderno em termos de tecnologia, garantindo a eficiência operacional e proporcionando a otimização das operações, o que inclui, inicialmente, duas máquinas onduladeiras e nove impressoras.



26/07/2022 - A Klabin anunciou um investimento de R$ 1,6 bilhão na construção de uma nova fábrica de embalagens de papelão ondulado em Piracicaba (SP). Com previsão de entrar em operação durante o segundo trimestre de 2024, o “Projeto Figueira” terá capacidade anual de produzir 240 mil toneladas de papelão ondulado.


Segundo a companhia, o escopo da nova planta contempla o que há de mais moderno em termos de tecnologia, garantindo a eficiência operacional e proporcionando a otimização das operações, o que inclui, inicialmente, duas máquinas onduladeiras e nove impressoras.



A 10 km da unidade que a Klabin já possui na cidade, a nova fábrica será instalada em um terreno de 950 mil m², com condições para uma futura ampliação. O terreno já foi adquirido e aguarda a aprovação do projeto pelo conselho de administração da empresa para iniciar as obras de terraplanagem. O desembolso ocorre entre 2022 e 2024, e será financiado pela geração de caixa da empresa.


“Será a maior fábrica de caixas de papelão ondulado do país, com a mais moderna tecnologia e maior índice de produtividade”, declarou Douglas Dalmasi, diretor do negócio de embalagens da Klabin.


Segundo o executivo, o setor de papelão ondulado está inserido em segmentos essenciais, como o de alimentos, que cresce historicamente acima do PIB e tem sido impulsionado, nos últimos anos, pela tendência de hábitos de consumo mais sustentáveis e pelo e-commerce.


“A Klabin está construindo uma importante trajetória em embalagens sustentáveis, antecipando tendências de mercado e, principalmente, se preparando para atender às demandas futuras. A construção desta unidade de alta produtividade e com novas tecnologias é mais um marco deste ciclo de expansão, reforçando nosso compromisso de abastecer o crescimento de nossos clientes e seus novos produtos e aumentando nossa atuação no Sudeste, o maior mercado consumidor do país”, afirmou o diretor.


Com o startup deste e dos demais projetos já anunciados pela companhia, a Klabin terá a capacidade instalada de cerca de 1,3 milhão de toneladas de embalagens de papelão ondulado por ano, consolidando sua liderança dentro do segmento no Brasil.


OUTROS INVESTIMENTOS

A Klabin está vivenciando um momento favorável no mercado de embalagens, com a execução de diversos investimentos, como o aporte de R$ 188 milhões para a expansão de sua fábrica no Ceará, e o pacote de 23 projetos orçado em R$ 342 milhões para ampliar sua capacidade de conversão de papéis em embalagens.


Fonte: Tissue Online