top of page

Indicadores mostram melhora no mercado de trabalho industrial em 2023

Pesquisa da CNI registra alta na massa salarial e no rendimento médio do trabalhador da indústria no ano passado. Faturamento e horas trabalhadas na produção recuam. Os Indicadores Industriais mostram que a massa salarial e o rendimento médio do empregado industrial encerraram 2023 com alta real de 2,9% e de 2,6%, respectivamente, na comparação com o ano anterior. O emprego industrial cresceu 0,3% frente a 2022. A pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) foi realizada em janeiro de 2024, com empresas industriais de estados que representam cerca de 90% do PIB industrial.



06/02/2024 - Os Indicadores Industriais mostram que a massa salarial e o rendimento médio do empregado industrial encerraram 2023 com alta real de 2,9% e de 2,6%, respectivamente, na comparação com o ano anterior. O emprego industrial cresceu 0,3% frente a 2022. A pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) foi realizada em janeiro de 2024, com empresas industriais de estados que representam cerca de 90% do PIB industrial.


As horas trabalhadas na produção aumentaram 0,9% em dezembro de 2023 na comparação com novembro. E o faturamento real da indústria aumentou 2% no mesmo período. No entanto, o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, explica que as altas recentes destes dois indicadores não reverteram a tendência de queda que caracterizou estes índices em 2023. Com isso, as horas trabalhadas na produção recuaram 0,6% em 2023 e o faturamento encerrou o ano 1,3% menor.


"É bem perceptível a influência da taxa de juros no desempenho da atividade industrial. Tanto o faturamento quando as horas trabalhadas na produção aumentaram no último bimestre do ano, em uma reação ao início da queda dos juros. Apesar disso, não conseguiram recuperar a retração que sofreram ao longo da maior parte do ano passado", explica Marcelo Azevedo.


Confira o comentário completo do economista:



A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) ficou em 78,4% em dezembro de 2023, alta de 0,1 ponto percentual na comparação com o mês anterior. Durante o segundo semestre de 2023, a UCI segue oscilando ao redor do mesmo patamar, em torno de 78,5%. Em relação ao observado em dezembro de 2022, a UCI mostra queda de 1 ponto percentual. Na média de 2023, a utilização do parque industrial ficou 2 pontos percentuais inferior à de 2022.


Confira a pesquisa na íntegra:


Fonte: CNI

bottom of page