top of page

FIEMG avalia decisão do Banco Central de reduzir taxa de juros

Comitê de Política Monetária anunciou corte de 0,50 ponto percentual da Selic, que caiu para 13,25%. Em decisão proferida nesta quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) reduziu a taxa SELIC de 13,75% ao ano para 13,25%, marcando a primeira queda em três anos. A FIEMG enxerga de forma positiva para a economia do país o corte de 0,50 ponto percentual da taxa básica de juros.


Shutterstock/Banco de imagens


03/08/2023 - Em decisão proferida nesta quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) reduziu a taxa SELIC de 13,75% ao ano para 13,25%, marcando a primeira queda em três anos. A FIEMG enxerga de forma positiva para a economia do país o corte de 0,50 ponto percentual da taxa básica de juros. É importante, contudo, ressaltar que o Brasil ainda se encontra com uma taxa de juros elevada e que prejudica a atividade econômica.


A queda da inflação corrente e a ancoragem das expectativas abrem espaço para novos cortes da taxa de juros nas próximas reuniões do Copom. Adicionalmente, a evolução do novo arcabouço fiscal e de reformas estruturantes favorecem a redução do risco-país, como visto em revisões das notas de crédito do Brasil pelas agências de classificação de risco S&P e Fitch.


A FIEMG entende que no contexto atual de queda da inflação, do risco-país e da taxa de câmbio, o Brasil encontra-se preparado não apenas para dar continuidade, mas também para acelerar o ciclo de corte dos juros.


Fonte: FIEMG

コメント


bottom of page