Diretor da CENIBRA presidirá congresso internacional de celulose e papel

Maior evento de toda a cadeia produtiva da indústria de base florestal da América Latina será presidido por Diretor da CENIBRA e trará pautas engajadas com as tendências tecnológicas atuais, ampliando olhar sobre sustentabilidade. Entre os dias 10 e 12 de agosto, executivos e profissionais que atuam na indústria de base florestal terão a oportunidade de atualizar os seus conhecimentos e conferir os mais recentes incrementos tecnológicos envolvidos no processo de fabricação de celulose e papel, a partir do ABTCP 2021 — 54º Congresso e Exposição Internacional de Celulose e Papel.



22/03/2021 - Entre os dias 10 e 12 de agosto, executivos e profissionais que atuam na indústria de base florestal terão a oportunidade de atualizar os seus conhecimentos e conferir os mais recentes incrementos tecnológicos envolvidos no processo de fabricação de celulose e papel, a partir do ABTCP 2021 — 54º Congresso e Exposição Internacional de Celulose e Papel. O evento, promovido pela Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (ABTCP), será realizado no Transamérica Expo Center, em São Paulo, e terá o seguinte tema central: Celulose e Papel: Meio ambiente, Sociedade, Governança e Inovação.


"Dentro desta proposta inicial do Congresso, elaboramos um planejamento estratégico para ampliar o enfoque técnico habitual, alinhando os conceitos tecnológicos mais atuais às questões relacionadas a ESG, sigla em inglês que reflete Meio Ambiente, Sociedade e Governança, tema fundamental à sustentabilidade das empresas e da sociedade e que se intensifica a cada dia”, adianta Júlio César Tôrres Ribeiro, Diretor Industrial e Técnico da CENIBRA e presidente do Congresso e Exposição ABTCP 2021.

Ainda de acordo com a contextualização do Diretor da CENIBRA, o evento não só apresentará as mais modernas práticas e tecnologias disponíveis ao setor atualmente, como dará a oportunidade às empresas se apresentarem como protagonistas das práticas ESG, contribuindo fortemente para o fortalecimento da bioeconomia. "Os players do nosso setor já estão em linha com as melhores práticas ambientais, sociais e de governança e terão uma ótima oportunidade de demonstrar isso, ao longo dos três dias de evento. O compartilhamento dessas informações nos aproxima cada vez mais do futuro almejado por toda a sociedade.”

Francisco Razzolini, Diretor de Tecnologia Industrial, Inovação, Sustentabilidade e Projetos da Klabin e presidente do Conselho Executivo da ABTCP, reforça que o momento para discutir tais temas não poderia ser mais oportuno. "É muito importante que o setor volte a ter a oportunidade de se encontrar para contribuir com a divulgação das inovações tecnológicas e do lançamento de produtos que compõem o portfólio atual da cadeia de fornecedores. A busca por um futuro mais sustentável, respondendo às solicitações da Organização das Nações Unidas (ONU), vinha ganhando relevância previamente à pandemia, mas se intensificou ainda mais a partir dela”.

O presidente do Conselho Executivo da ABTCP lembra que, atualmente, a prática dos pilares da sustentabilidade baseia-se em inovação, a partir da introdução de produtos e tecnologias que atendem a dois enfoques principais: digitalização e priorização de materiais renováveis, recicláveis e biodegradáveis. "O setor tem avançado muito na aplicação dos conceitos da Indústria 4.0, com fábricas muito mais instrumentadas e autônomas. Em paralelo, segue usufruindo dos avanços de seu material base, que são as florestas cultivadas para fins industriais, que também ajudam na fixação do carbono no solo e, consequentemente, na diminuição dos impactos da mudança climática”, resume, destacando como todos os pontos estão interligados na busca por um futuro mais sustentável.

Na prática, além da promoção da feira expositora, o evento contemplará Sessões Técnicas e Temáticas relacionadas a diversas áreas, incluindo Celulose, Pape