CENIBRA realiza Dia da Prevenção a Incêndios Florestais

Historicamente, os meses de setembro e outubro representam o período mais crítico de ocorrência de incêndios florestais. Em razão dos baixos índices de chuva, das elevadas temperaturas e da baixa umidade relativa do ar, os incêndios florestais tornam-se mais frequentes, o que coloca a fauna, a flora e a saúde da população em risco. Por isso, na última quinta-feira, 16/9, a CENIBRA promoveu o Dia da Prevenção a Incêndios Florestais, uma campanha voltada para o público interno, mas com potencial de alcançar os 54 municípios da área de atuação da Empresa. Com cerca de oito mil empregados, a CENIBRA promove periodicamente campanhas educativas de conscientização ambiental.


Em período crítico de ocorrência de incêndios florestais,

CENIBRA promove campanha de conscientização.


21/09/2021 - Historicamente, os meses de setembro e outubro representam o período mais crítico de ocorrência de incêndios florestais. Em razão dos baixos índices de chuva, das elevadas temperaturas e da baixa umidade relativa do ar, os incêndios florestais tornam-se mais frequentes, o que coloca a fauna, a flora e a saúde da população em risco. Por isso, na última quinta-feira, 16/9, a CENIBRA promoveu o Dia da Prevenção a Incêndios Florestais, uma campanha voltada para o público interno, mas com potencial de alcançar os 54 municípios da área de atuação da Empresa.

Com cerca de oito mil empregados, a CENIBRA promove periodicamente campanhas educativas de conscientização ambiental. A Empresa espera que, a partir da sensibilização dos empregados, a mensagem de responsabilidade ambiental seja levada para familiares, amigos e vizinhos.

Pensando nisso, a CENIBRA promoveu a live “Incêndios Florestais – Responsabilidade de todos nós”, ministrada pelo engenheiro florestal e professor universitário Alexandre Beutling (UFMS), que já atuou no combate a incêndios de grandes proporções no Pantanal, na região do Mato Grosso do Sul, em parceria com o Corpo de Bombeiros local.

Alexandre fez uma reflexão sobre a ocorrência anual dos incêndios florestais. Segundo o palestrante, mais de 99% dos incêndios são provocados por incendiários e que é “praticamente impossível” impedir a ocorrência das queimadas, uma vez que os incendiários têm comportamento imprevisível. No entanto, é possível atuar na causa raiz, as pessoas, que precisam contribuir com ações para a redução dos incêndios. “A melhor forma de combater os incêndios é evitar que eles aconteçam”, afirmou.

Quem fez a abertura da live foi o Diretor Industrial e Técnico, Júlio César Tôrres Ribeiro, que falou das perdas que os incêndios florestais trazem para o meio ambiente e a sociedade. “De maneira direta e indireta, todos são afetados pelos incêndios florestais. As queimadas acarretam problemas não só na natureza, mas na saúde da população, na economia, gera perda de muitas belezas naturais. É importante conscientizar todas as pessoas que estão no nosso círculo de amizades e de trabalho sobre as consequências dos incêndios florestais”, explicou.

Um dos atrativos da campanha é a realização de um concurso de frases para menores de 18 anos, devidamente matriculados no ensino fundamental ou médio, que sejam filhos de empregados da CENIBRA. Com o tema “O que podemos fazer para prevenir incêndios florestais?”, a iniciativa premiará as três frases escolhidas por uma comissão julgadora. Os prêmios são smartphone (1º lugar), bicicleta (2º lugar) e patins (3º lugar).

Além disso, vídeos de conscientização ambiental, produzidos pela Associação Mineira da Indústria Florestal (AMIF), estão sendo exibidos nos restaurantes industriais, onde milhares de empregados frequentam diariamente. O material tem o objetivo de apresentar os malefícios dos incêndios florestais, os impactos socioambientais e as formas de prevenção.

ALERTA