Cartilha da CNI explica medidas trabalhistas para empresas atravessarem crise do coronavírus

Documento sintetiza, de forma objetiva e didática, as alternativas que buscam simplificar as obrigações trabalhistas, como os acordos individuais de redução proporcional de jornada e salário. Neste período em que empresas enfrentam forte queda no faturamento e dificuldades para honrar compromissos, a simplificação do cumprimento de obrigações trabalhistas se tornam um instrumento essencial para se atravessar a crise e se preservar, ao máximo, postos de trabalho. Confira a cartilha que a CNI preparou.



26/05/2020 - Neste período em que empresas enfrentam forte queda no faturamento e dificuldades para honrar compromissos, a simplificação do cumprimento de obrigações trabalhistas se tornam um instrumento essencial para se atravessar a crise e se preservar, ao máximo, postos de trabalho. Para ajudar empresas a acompanhar as alternativas trazidas em medidas adotadas pelo governo federal, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) preparou uma cartilha - também disponível em inglês - que explica, de forma simples e didática, o que está previsto em cada um dos atos já anunciados. 

O documento Medidas trabalhistas e outras medidas para enfrentamento da crise do coronavírus traz uma síntese das alternativas trazidas pelas Medidas Provisórias 927, 936, 944 e 946, além das Portarias 139 e 150 do Ministério da Economia e a Lei n.13.982/2020, conhecida como a Lei do Coronavoucher. Para cada instrumento, a cartilha traz um breve descritivo dos temas tratados, a data em que entraram em vigor e um resumo das suas principais medidas.

Cartilha da CNI resume o que está previsto em cada medida

Em relação à MP 936, que criou o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, por exemplo, a cartilha destaca os principais temas trazidos na proposta, como a possibilidade de suspensão do contrato do trabalho e de acordos individuais para redução proporcional de jornada e salário, a ajuda mensal compensatória a cargo do empregador, o benefício emergencial pago pela União e a garantia provisória de emprego. Para cada um, há um resumo do que está previsto nas medidas, com prazos, valores e obrigações a serem observados.

“A crise causada pela pandemia do coronavírus tem gerado sérios reflexos nas relações do trabalho. Para auxiliar as empresas a utilizarem os instrumentos contidos nessas medidas, a CNI colocou à disposição um conteúdo direto e instrutivo para que haja a melhor compreensão possível das alternativas disponíveis para se enfrentar os desafios do mundo do trabalho no contexto atual”, explica o presidente do Conselho de Relações do Trabalho da CNI, Alexandre Furlan.

“Junto da Calculadora MP 936, trata-se de mais um instrumento oferecido pela CNI para auxiliar as empresas na compreensão e adoção dessas medidas”.

Conheça a cartilha da CNI sobre as medidas trabalhistas para a crise da covid-19:

Fonte: site CNI

EMPRESAS  ASSOCIADAS

SINPAPEL

SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE CELULOSE, PAPEL E PAPELÃO NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Bernardo Guimarães, 63 - 3º andar

CEP: 30140-080 | Belo Horizonte - MG

sinpapel@fiemg.com.br

Tel: +51 (31) 3282 7455

© Copyright 2020 SINPAPEL. Todos os direitos reservados. Web Designer Ricardo Sodré