Bioinvestimentos do setor de árvores cultivadas chegam a R$ 57,2 bilhões

Maior aporte privado do Brasil prioriza soluções e produtos com foco em sustentabilidade. Priorizar um novo modelo tornou-se urgente, diante da realidade das mudanças climáticas. Na vanguarda de um crescimento verde, o setor de árvores cultivadas tem sido um dos exemplos na construção desta nova economia. Estão em andamento ou anunciados bioinvestimentos na ordem de R$ 57,2 bilhões até 2024, segundo levantamento exclusivo da Ibá (Indústria Brasileira de Árvores). Esse montante bilionário tem como principal destinação florestas, novas fábricas, expansões, inovação e tecnologia. Pilar fundamental neste passo rumo a um crescimento ainda mais sustentável é o avanço em iniciativas que mitigam impactos ambientais, como utilização de energia limpa, menor emissão de CO2, gestão de resíduos, circularidade, entre outras frentes de atuação.



09/11/2021 - A equipe de vendas do setor comercial de ondulados, da Paraibuna Embalagens, esteve junta na Reunião Anual de Vendas, por dois dias, seguindo os protocolos de prevenção ao COVID-19. Representantes de várias partes do país puderam trocar ideias e aprendizados no evento, em Juiz de Fora.


Com o tema Seja Parte do Time, que é um dos valores da Paraibuna Embalagens, o encontro, que não era feito havia dois anos por causa da pandemia, levou aos participantes vários investimentos que a empresa vem fazendo para expandir, crescer e se devolver com foco no cliente e no seu time. “Esse encontro foi pensando para ser bem diferente dos anteriores. Pensamos em promover a conexão da equipe de vendas e ouvir essas pessoas que estão na linha de frente representando a empresa. Foi um momento de estarmos juntos, mostrarmos o que estamos fazendo, sempre com o objetivo de fazer todos caminharem para atingirmos o nosso propósito, nessa nossa mudança de postura e de patamar. Criar um ambiente motivador para que todos possam seguir acompanhando esse nosso crescimento”, disse Luiz Augusto, Gerente de Vendas do comercial ondulados.


Os mais de 40 representantes viram o crescimento da empresa em números, os investimentos em marketing e comunicação e as mudanças tecnológicas para expansão. Todos visitaram as duas unidades. Em Sapucaia, conheceram a Ward III, nova impressa de caixas do modelo corte e vinco. Em Juiz de Fora, visitaram a planta e a estrutura da MP8, nova máquina de papel que deve começar os testes ainda neste ano. “Foi muito importante essa visita. Pude ver a mudança de patamar que estamos atingindo. As informações que recebemos aqui não temos no dia a dia e isso é muito importante para o nosso trabalho junto aos clientes”, disse Nivaldo Saggioro, representante comercial, em São Paulo. “Conhecer a fábrica foi muito importante para mim. Isso facilita o trabalho direto com o cliente porque temos mais propriedade e conhecimento para falar sobre nossos produtos e a empresa”, afirmou Renata Olegário, representante comercial, no Rio de Janeiro.


A Superintendente, Rachel Marques, falou da importância do momento e como esse time foi e é fundamental para essas transformações. “Esse é um momento de comemorar as conquistas e a união fez a diferença. Ampliamos nossa capacidade produtiva, na MP7, em 30%, vamos inaugurar a MP8 e ter nossa autossuficiência e ainda conquistar novos mercados, estamos crescendo no mercado internacional, e muito mais. Construímos juntos e todos acreditaram. Vamos continuar com garra e muito empenho para nos mantermos nessa trilha de sucesso”, disse Rachel.


Os coordenadores de vendas de São Paulo, Rio de Janeiro, Espirito Santo e Minas Gerais, acompanharam suas equipes e disseram que todos saíram do evento renovados, motivados e ainda mais comprometidos com o time e com a Paraibuna Embalagens. “A convenção foi excelente. Conseguimos passar para os representantes todas as informações e atualizações de forma clara e objetiva. Ambiente agradável e interação total. A palestra sobre comunicação foi excelente e necessária. Relembramos detalhes que, muitas vezes, passam despercebidos e são importantíssimo”, disse Meiri Alcântara, Coordenadora de vendas do produto chapa.


“A Importância desse encontro é trazer as pessoas para essa conectividade e colocar todo mundo no mesmo nível para a gente conseguir mostrar para o mercado tudo que a Paraibuna Embalagens tem. Minha equipe ficou surpresa com que viu no encontro e isso é muito importante, porque quando a gente encanta às pessoas, a mudança vem”, afirmou Maria Alves Viana, Coordenadora, em São Paulo


“Esse encontro foi muito proveitoso, principalmente do ponto de vista de interação da equipe. Houve uma conexão maior. Minha equipe gostou muito. O feedback está sendo muito positivo”, disse Júlio Fonseca, Coordenador de Vendas do produto caixa.