Ações da Irani Papel estão “altamente” descontadas, alerta BTG

O BTG Pactual acredita que as ações da Irani Papel e Embalagem (RANI3; RANI4) estão altamente descontadas, já que os investidores não estão dando crédito para um futuro crescimento da empresa. “A empresa concluiu com sucesso uma oferta há algumas semanas levantando R$ 400 milhões e está pronta para embarcar em uma fase de crescimento agressivo pela frente. A empresa agora ostenta um balanço patrimonial muito saudável (em torno de 1x a alavancagem) e pode se concentrar em fornecer crescimento cumulativo pela primeira vez em anos”, avaliou o BTG.



25/08/2020 - O BTG Pactual acredita que as ações da Irani Papel e Embalagem (RANI3; RANI4) estão altamente descontadas, já que os investidores não estão dando crédito para um futuro crescimento da empresa.

“A empresa concluiu com sucesso uma oferta há algumas semanas levantando R$ 400 milhões e está pronta para embarcar em uma fase de crescimento agressivo pela frente. A empresa agora ostenta um balanço patrimonial muito saudável (em torno de 1x a alavancagem) e pode se concentrar em fornecer crescimento cumulativo pela primeira vez em anos”, avaliou o BTG.

De acordo com o documento, a Irani está levantando capital para se envolver em uma série de projetos, que devem reduzir custos e elevar a capacidade de papelão. Na visão deles, o maior projeto é uma nova caldeira de recuperação em seu site de Santa Catarina, que deve elevar os níveis de produtividade e reduzir custos.

Resultados

A empresa registrou lucro líquido de R$ 15,3 milhões no segundo trimestre. Com isso, reverteu o prejuízo de R$ 3,3 milhões do mesmo período do ano passado.

No relatório da administração que acompanha as demonstrações financeiras, a companhia atribui o desempenho ao aumento da receita, à variação positiva do valor justo dos ativos biológicos e à melhor margem das exportações, devido à desvalorização do real.

A receita líquida aumentou 7,2% sobre um ano atrás, para R$ 241 milhões, puxada pelo maior volume físico vendido de papéis e embalagens, bem como pela alta do dólar e do euro.

Já o Ebitda ajustado cresceu 19% e chegou a R$ 55,6 milhões. A margem Ebitda ajustada evoluiu 2,3 pontos percentuais, para 23,1%.

Em geral, o BTG se mostrou bem positivo com o futuro da companhia e recomendou a compra das ações, com preço-alvo de R$ 7.

“Acreditamos que esta será uma tese de investimento de redução do risco gradual, que dependerá da entrega da gestão”, confirmou o banco. Os riscos para a empresa são atrasos/estouros do projeto, aumento do preço de OCC pressionando as margens e níveis de liquidez relativamente mais baixos.

Fonte: Celulose Online

EMPRESAS  ASSOCIADAS

SINPAPEL

SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE CELULOSE, PAPEL E PAPELÃO NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Bernardo Guimarães, 63 - 3º andar

CEP: 30140-080 | Belo Horizonte - MG

sinpapel@fiemg.com.br

Tel: +51 (31) 3282 7455

© Copyright 2020 SINPAPEL. Todos os direitos reservados. Web Designer Ricardo Sodré